O Que é Neuromarketing e Como Usar Para Vender Como Afiliado

Escrito por Fábio Umpierre

Compartilhe agora mesmo:

Se você quer vender como afiliado tem uma coisa que praticamente obriga a pessoa tirar a carteira do bolso, pegar o cartão de crédito na mão, entrar na página de check-out e finalizar a compra e assim você ganhar sua comissão como afiliado.

É algo que se você fizer da forma como vou ensinar aqui, causa uma explosão na mente do seu prospecto, no teu potencial cliente e que faz ele praticamente implorar para comprar o teu produto ou teu serviço.

Essa estratégia para afiliados é tão forte que o teu potencial cliente não vai ter outra saída a não ser comprar através do teu link de afiliado.

Essa forma é tão poderosa que eu te faço um pedido: só usar ela se você for uma pessoa ética, a maioria das pessoas que estão lendo esse artigo serão pessoas éticas, e só usa também se a outra pessoa vai ganhar alguma coisa, algo de muito valor quando comprar o produto ou serviço que você vende.

Eu falo para você que deseja vender como afiliado Hotmart, Monetizze ou Eduzz, mas serve para qualquer pessoa que queira vender produtos ou serviços off-line também.

Se você não viu meu conteúdo sobre como fazer copy para afiliados passo a passo precisa ver imediatamente.

Eu vou ajudar você como fazer a primeira venda como afiliado e também aumentar as suas vendas e comissões atuais.

O que você vai aprender aqui são estratégias de marketing digital que funcionam de verdade para resultar em mais vendas na tua conta Hotmart e Monetizze um qualquer outra plataforma de afiliados que você trabalhe.

Para entender essa estratégia de marketing de afiliados você que precisa ficar comigo até o fim porque não vai entender caso vá embora.

Antes vou responder algumas perguntas:

O Que é Neuromarketing?

neuro

Neuromarketing é um campo de pesquisa que combina marketing e neurociência. De um modo geral, ele prevê o comportamento do consumidor com base no processamento de informações do cérebro e pode identificar o impacto emocional do produto.

O que leva o consumidor a decidir comprar um produto ou contratar um determinado tipo de serviço? Muitos acham que a resposta é o preço, enquanto outros acham que o fator decisivo é a qualidade do produto.

Por outro lado, algumas pessoas afirmam que a apresentação é o que faz a diferença. Como vimos, não há consenso. A resposta a essa pergunta geralmente é o resultado da intuição, que torna qualquer conclusão muito subjetiva e não ajuda muito a estratégia de marketing.

No entanto, é fundamental que a empresa tente entender os fatores que afetam o comprador na decisão de compra. Afinal, com essas informações, ações mais efetivas podem ser formuladas para influenciar positivamente a função.

Como surgiu o Neuromarketing?

como surgiu o neuromarketing

O neuromarketing surgiu no final da década de 1990 por meio de pesquisas acadêmicas de um grupo de pesquisadores nos Estados Unidos. Um deles, Gerald Zaltman, médico e pesquisador da Harvard American University, propôs a ideia de usar aparelhos de ressonância magnética para fins de marketing em vez de pesquisa médica.

Um pesquisador e posteriormente outros, realizaram os estudos de neurociência aplicado ao marketing, daí nasceu o termo neuromarketing.

Eles colocaram máquinas de ressonância magnética, análise dos olhos, medição de temperatura da pele entre outros na pessoa, e apresentam uma imagem, um cheiro, um som.

Esse estímulos ativam certas áreas do cérebro e dessa forma os pesquisadores sabem quais partes no cérebro da pessoa são mais afetadas e como que ela reage, assim podem desenvolver melhores produtos para apresentar para essas pessoas, para os clientes, para o mercado.

A boa notícia é que você não precisa ser um cientista para fazer usar a seu favor, só precisa conhecer como funciona o neuromarketing e despertar emoções nas pessoas.

Como o Neuromarketing Funciona?

O que precisamos resolver é o impacto do uso da tecnologia na marca e aumentar as vendas criando uma experiência extraordinária. Principalmente essa experiência vai fazer as pessoas se lembrarem da marca. A seguir, veremos algumas maneiras de fazer isso.

1 – Psicologia das Cores.

psicologia das cores

Você já parou para pensar no motivo pelo qual o McDonald’s utiliza a cor amarela em sua logo, assim como várias outras empresas de fast food?

Esta é, talvez, uma das aplicações mais famosas do neuromarketing: a psicologia das cores.

Pense desta maneira: o primeiro passo para utilizar o neuromarketing na prática é observar qual o segmento de mercado do seu cliente e os tipos de sensações que ele quer despertar no consumidor final.

Isso de deve ao fato de que os aspectos visuais são os que mais influenciam o comportamento do consumidor.

Em suma, as cores têm forte impacto sobre o nosso cérebro. Por isso, é importante saber utilizá-las corretamente.

Voltemos ao exemplo do McDonald’s. Primeiramente, o amarelo é um tom chamativo.

Estou deixando o significado de algumas cores.

  1. Branco: transparência.
  2. Preto: luxo.
  3. Rosa Claro: romance e delicadeza.
  4. Rosa Escuro: alegria e jovialidade.
  5. Roxo: inovação e inteligência.
  6. Verde: tranquilidade e serenidade.
  7. Laranja: sentimento agradável e amigável.
  8. Vermelho: emoção e paixão.
  9. Azul: confiança e segurança.

2- Ancoragem de Preços.

ancoragem de preços

Quando existe um preço de referência, é mais fácil influenciar os compradores, criando assim uma gama de flutuações de preços. Os psicólogos comportamentais chamam de “ancoragem de preço”.

A tecnologia de ancoragem de preço é muito utilizada hoje e é adequada para qualquer tipo de comércio: de baixo valor agregado e até artigos de luxo. Se o valor de um determinado produto não pode ser determinado, as pessoas pensam que a opção do meio é mais segura.

Esse é o caso de preços que terminam em 9, e até dois terços dos varejistas dos EUA usam essa tecnologia.

Um produto com preço de R$ 29,99 é registrado na mente como “20 e poucos”, quando for R$ 30,00 entra na casa dos 30, mesmo sendo apenas 1 centavo mais barato.

3 – Use Storytelling.

storytelling

É a arte básica de contar histórias, transmitindo seus pensamentos, informações ou eventos por meio de palavras, imagens e sons criativos. O papel da narrativa é criar vida ou sentido para a cena, além de estimular sentimentos de êxtase, tristeza e paz, e dessa forma atrair o público por meio da história.

A Storytelling é amplamente utilizada em marketing e publicidade. Essa ferramenta se destaca pela capacidade de estreitar o relacionamento da marca com o consumidor final. É um excelente aliado para compartilhar ideias, conhecimentos e outros interesses por meio da narração.

A arte de contar histórias O propósito de contar histórias é agradar e atrair o público. Portanto, é importante ter um conceito preciso do público-alvo para que as informações sejam o mais pessoais e seguras possível.

4 – Use Copy.

copy

É a abreviação de copywriting (termo em inglês) que significa literalmente escrita persuasiva mas que não é usado apenas para escrita mas também de forma falada em áudio ou vídeo.

A Copy é a ferramenta mais poderosa do marketing digital, dominar a copy saber, como fazer copywriting para afiliados é como se você tivesse um super poder dentro do marketing de afiliados, é como se os outros fossem meros mortais e você fosse da Liga da Justiça ou dos Vingadores.

Como Fazer Uma Ótima Copy Para Vender Como Afiliado?

Tem uma coisa que você precisa saber entender que é o seguinte: anota isso aí para não esquecer nunca mais:

As pessoas agem, compram pela emoção e justificam com a razão.

Para te explicar melhor vou te explicar rapidamente aqui como que funciona tudo baseado em técnicas de neuromarketing que a associação do marketing com a neurociência, a ciência que estuda o cérebro.

Nós temos duas partes do cérebro, temos o Sistema Límbico e o Neo Córtex Pré-frontal ou apenas Neo Córtex Frontal.

O Sistema Límbico é chamado também de cérebro emocional, ele é responsável pelas nossas emoções, nossas intuições, é responsável pelos nossos sonhos as nossas intuições o nosso a parte a parte onde a gente ama onde a gente, aprecia alguma coisa bela.

marketing

O neo córtex frontal é chamado cérebro racional, responsável pela razão, pelo pensamento crítico e analítico, pela nossa razão, pela nossa parte cognitiva.

Eu poderia dizer também que o Sistema Límbico é o nosso inconsciente e o Neo Córtex Frontal é o nosso consciente. Mas não vamos complicar, vamos ficar por aqui.

Tudo comprovado pela neurociência como eu falei.

Aí Você se pergunta: o que isso tem a ver com vendas, com vender como afiliado? Eu quero saber Fábio é como fazer o cara comprar de mim e eu rebentar de tanto ganhar comissões como afilhado.

Vamos lá. Quem domina a maioria das decisões que nós tomamos, eu,. você ou qualquer pessoa é o nosso emocional, o sistema límbico.

estudos dizem que de 85% a 95% por das nossas decisões são tomadas pelo nosso sistema límbico, nosso nosso cérebro emocional.

sistema limbico

Vamos arredondar para 90%. Isso quer dizer que de cada 10 decisões que nós tomamos, 9 é o sistema límbico que toma e o neo córtex justifica. O Emocional decide e joga a “bomba” de justificar a compra ao Neo Cortex.

Por que você precisa saber isso?

Porque você não pode vender para quem não decide. Quando você tenta vender para razão da pessoa, para o neo córtex, que a parte cognitiva, consciente, é a mesma coisa que tentar vender para quem não tem o dinheiro, não tem cartão de crédito.

a maioria esmagadora dos afiliados tenta vender para quem não decide, para parte racional.

O afiliado amador fala assim: “Compra o produto tal, ele custa dez vezes de 99 e vai te ensinar trabalhar pela internet e tem curso do YouTube, tem curso de Google, curso desses Pinterest, de blog.

Não é assim.

Ele está tentando vender para parte racional do cara quando na verdade tem que falar e tentar vender para parte emocional.

Exemplos de Neuromarketing Para Vender Como Afiliado:

venda emocional

Vou te provar agora que quem decide é o emocional e não racional. Você deve tá pensando: “Eu eu sou muito racional, eu decido as coisas pelo meu pensamento apenas”. Harram, sei, senta lá Cláudia.

Olha só: Qual a diferença entre uma Ferrari e um Gol?

Por que tem gente que compra uma Ferrari há 1 milhão de reais e deixa de comprar um a 50 mil reais se os dois fazem a mesma coisa, os dois usam mesmo combustível, os dois usam pneu, os dois te levam para o mesmo local?

Não seria mais prudente e inteligente economizar quase um milhão de reais e investir em outra coisa? Comprar casas, imóveis e ficar com o Gol já que ele faz a mesma coisa que a Ferrari?

Percebe uma coisa: a pessoa não está comprando carro, ela tá comprando emoção, exclusividade porque poucas pessoas no mundo têm uma Ferrari. Ela está se rendendo ao gatilho mental da exclusividade.

Quando uma pessoa sabe que não pode comer doce, que aumenta o açúcar dela, aumenta a diabete dela, mas ela olha para o doce e come. Racionalmente ela sabe que vai fazer mal, então por quê que ela come? Porque é o emocional dela que decide.

Quem fuma, a pessoa sabe não pode fumar (Neo Cortex Frontal diz isso para ela), médicos aconselham a não fumar mas tem médico que fuma, se o cara sabe que estão no maço de cigarro avisos como: fumar causa câncer, impotência sexual entre outros problemas, pessoa por quê que a pessoa segue fumando?

ciencia marketing

Porque quando a pessoa fuma, tem uma liberação de ansiedade, de bem-estar momentâneo mas que a longo prazo vai ser ruim para vida dela, percebe que quem decide não é a razão mas sim a emoção?

Aliás, apenas 10% das decisões é a razão, é o neo córtex frontal quem toma.

O Neo Cortex é a parte na frente da nossa cabela, o Sistema Límbico é uma glândula pequena no meio da cabeça, tudo comprovado pela neurociência.

As pessoas compram estados emocionais, ninguém compra uma um buquê de rosas vermelhas para entregar à minha esposa, o cara quando compra o sorriso da esposa, o beijo um abraço, a gratidão dela, a felicidade por ela está recebendo aquilo.

É isso que as pessoas compram.

Ninguém compra um curso de marketing digital, o cara compra poder viver de internet, ele compra nunca mais pegar trem, metrô ou ônibus lotado e passar 4 horas no trânsito, ele compra demitir o patrão patrão chato, colegas mal educados.

comprar

Ele compra viver no conforto da casa dele, com uma renda crescente que sustente ele e a família dele.

Ninguém quer dieta, a pessoa quer é caber na roupa, ser elogiada pelas outras pessoas, conseguir um relacionamento, ficar mais atraente para o namorado, poder passar na roleta do ônibus.

Então, quem decide comprar é o Sistema Límbico, comprovado pela neurociência, não tem como brigar contra isso.

Eu poderia deixar mil exemplo aqui mas se pergunte para você mesmo: Você conhece alguma pessoa que faz que é prejudicial, que conscientemente ela sabe que faz mal e  mesmo assim ela faz?

Talvez essa pessoa seja você mesmo (a).

Como Usar o Neuromarketing Para Vender Como Afiliado?

Venda benefícios, não venda características.

A característica diz O QUÊ O PRODUTO É, e o BENEFÍCIO DIZ O QUÊ O PRODUTO FAZ.

Exemplo tentando vender usando característica:

Compre esse celular Samsung A02, ele tem câmera tripla 14 mega pixels, 32Gb de armazenamento, 4 GB de memória RAM, 32 GB de armazenamento, processador octa core, etc.

Tudo isso é característica, quem entende de celular até pode ver o benefício disso. Agora, a maioria das pessoas são leigas, não entendem nada de celular.

Exemplo tentando vender usando benefícios:

Esse celular Samsung é tão potente que nunca vai travar, a bateria vai durar pelo menos uns dois dias, ela vai durar para não deixar você na mão em alguma emergência, ele é muito rápido, super velozes, está vendo aquela BMW estacionada na esquina?

É tão rápido quanto ela, e olha design que bonito, teus amigos vão ficar morrendo de inveja e vão pensar: que celularzão bonito.

marketing digital

Percebe que nessa segunda forma eu vendi benefícios, eu ativei o sistema límbico do cara, procurei mexer com a emoção dele?

Vender é a arte de despertar emoções.

Se quem decide é o Sistema Límbico, a parte emocional, então você precisa despertar emoções a partir de agora, tenta entender mais de pessoas e menos de característica e técnicas.

A técnica é importante para vender como afiliado sim, mas toda e qualquer técnica só tem razão de existir porque existem pessoas que vão consumir produtos e aplicar o neuromarketing para vender como afiliado é garantia de sucesso nas vendas.

Gostou do conteúdo?

Se você gostou compartilhe ele na sua rede social preferida e assim vai ajudar o meu trabalho e as pessoas que precisam aprender como vender mais.

Grande abraço. Saúde e Sucesso!

Compartilhe agora mesmo:

Conteúdo Premium Revela o Passo a Passo Exato Para Você Aprender Como Viver Apenas da Sua Renda Vinda da Internet e Tudo no Piloto Automático.

Seus dados estarão 100% seguros.

Você vai gostar também:

Quer Aprender a Criar Suas Próprias Imagens?

Vai Perder Essa Oportunidade?

Imagens Atraentes Geram Mais Vendas

Mais Clientes

Mais Dinheiro

Seus dados estarão Seguros